Porquê 108?

O número 108 é tido como um número sagrado no hinduísmo. Está presente em diversos elementos da tradição hindu.

  • O japamala (cordão usado para a contagem do japa) tem 108 contas.
  • De acordo com a tradição do Yoga existem 108 lugares sagrados na Índia.
  • Há 108 Upanishads (textos sagrados).
  • A Ayurveda considera 108 pontos de energia (marmas) ao longo do corpo.
  • O alfabeto sânscrito possui 54 letras ou fonemas masculinos e 54 que são chamados de femininos, resultando em 108 fonemas.

Do ponto de vista matemático este número possui uma série de características notáveis:

  • 9 X 12 = 108, sendo que 12 e  9 são considerados números sagrados no oriente.
  • Ao multiplicar 1 elevado a ele mesmo por 2 elevado à 2ª e por 3 elevado à 3ª o resultado é 1 x 4 x 27 = 108.
  • Os ângulos interiores de um pentágono perfazem exactamente 108 graus.
  • O diâmetro do Sol é 108 vezes o diâmetro da Terra.
  • etc.

No  Yoga é comum os praticantes executarem 108 Saudações ao Sol (Súrya Namaskar). Isto acontece normalmente no início de cada estação, na passagem do ano ou em alguma data importante. É uma forma de comemorar a mudança.

Súrya significa Sol em Sânscrito (língua antiga da Índia), Namaskar representa um gesto ou uma palavra de cumprimento ou de saudação. Traduzindo literalmente Súrya Namaskar é a Saudação ao Sol.

O Súrya Namaskar é uma prática muito antiga que remonta aos tempos em que os povos veneravam o Sol e lhe prestavam culto através de rituais específicos.

A Saudação ao Sol pode ser praticada de várias formas, de acordo com os interesses do praticante. Pode ser executada de uma forma mais lenta ou mais rápida e o número de repetições pode ir das 10 às 108.

Praticar o Súrya Namaskar 108 vezes é uma experiência poderosa e transformadora. Além de ser uma maneira incrível para desintoxicar o físico e o mental, é um gesto memorável para marcar o fim de algo ou o início de um novo ciclo. Antes de tentar fazer as 108 vezes, convém praticar bastante. Começar pelas 10 repetições e ir acrescentado mais à medida que se sentir preparado.

A Saudação ao Sol possui muitas variações. Na Casa do Yoga costumamos usar esta:

Além das doze técnicas corporais, é necessário aprender a forma correcta de respirar e podem associar-se bandhas e visualizações. Os benefícios físicos são muitos, mas o mais importante é o foco e clareza mental que esta prática proporciona já que ela é considerada uma meditação em movimento.

 

Anúncios

O súrya namaskar

Súrya namaskar significa literalmente saudação ao sol. Compreende uma sequência de 12 técnicas corporais.

Há milhares de anos, no vale do Indo, surgiu uma série de movimentos com o objectivo de saudar o sol. O Sol é  fonte de luz, de calor e da vida no nosso planeta, sem o sol a vida não seria possível. O sol possibilita-nos a capacidade de visão e o conhecimento rápido e directo de toda a manifestação, por essa razão, na tradição Indiana a luz, o fogo e o sol são símbolos de sabedoria e do conhecimento da nossa essência.

Pratique o súrya namaskar com os olhos fechados, e imagine um sol nascente diante de si. Sinta a carícia dos raios solares na sua pele, e mentalize a captação de prána (bioenergia) na cor alaranjada através da pele.

Preste atenção à sua respiração, e execute cada movimento segundo a regra da respiração: movimentos para cima são feitos com inspiração, para baixo com expiração.

As posições 4 e 9 são realizadas uma vez para cada lado, dentro da mesma sequência.

Procure primeiro, aprender a sequência com um Instrutor, para que depois a possa executar correctamente sozinho em casa.

A prática regular de Saudação ao Sol oferece uma série de benefícios para todas as partes do corpo. Estas técnicas corporais de Yôga são poderosas e têm  um impacto positivo sobre o corpo.

Boas práticas!