Yoga e corrida

A corrida está na moda há já alguns anos. Os benefícios são inúmeros e talvez por isso continue a ganhar imensos adeptos. O que é que o Yoga pode trazer a quem corre?

Em primeiro lugar, convém referir que o Yoga não é um complemento para outras actividades. O Yoga é em si uma filosofia de vida e deve ser sempre encarado como tal. É claro que possui muitos benefícios que se estendem a várias (eu diria todas) áreas da nossa vida e não podemos ignorar isso.

  • No Yoga aprendemos a trazer a mente para o momento presente, aprendemos a direccionar os nossos pensamentos. Evitar a dispersão durante a corrida é importante para manter o foco e a motivação. Além disso, ter uma mente focada na ajuda-nos a clarificar as ideias, que é um dos motivos que leva muita gente à corrida, ser capaz de parar com o redemoinho de ideias e pensamentos sobre o trabalho ou os problemas do dia-a-dia.
  • O Yoga ensina-nos a ter mais consciência corporal e isso é muito importante na corrida. É comum encontrar quem corra com os pés demasiado para dentro ou demasiado para fora, com as costas arqueadas e com a zona lombar sempre em esforço, a funcionar como amortecedor etc.. Quando somos mais conscientes do nosso corpo temos mais cuidado com o alinhamento e a postura e sabemos corrigir-nos quando necessário.
  • Alongar no final de cada corrida é muito importante. Um praticante experiente de Yoga sabe utilizar os seus conhecimentos nesta área

Sugestão de leitura Running with the mind of meditation

Anúncios

Como o stress afecta o cérebro

O stress não é sempre uma coisa má; ele pode ser útil para uma explosão de energia extra e foco, como quando se está a praticar um desporto de alta competição ou quando se tem que falar em público. Mas quando é contínuo, ele realmente começa a mudar o seu cérebro. Madhumita Murgia mostra como o stress crónico pode afectar o tamanho do cérebro, a sua estrutura, e como ele funciona, até ao nível de seus genes.

Dicas para uma vida saudável: Beba mais água

O nosso corpo é composto por 70% de água. O bom funcionamento do organismo depende da água: as reacções químicas, a respiração, a circulação, o   funcionamento dos rins, a digestão, a desintoxicação etc. A falta de água, produz entre outras coisas: cansaço excessivo, pele seca, problemas digestivos, irritabilidade, insónia, mau hálito, odor corporal intenso e urina com mau cheiro.

 beba mais agua

Uma regra simples é a de beber o suficiente para manter a sua urina clara e sem odor forte.

Uma maneira de se certificar que bebe a quantidade diária necessária é bebendo 2 copos ao acordar. Faça-o antes de ser apanhado pela correria do dia-a-dia. Com 2 copos já bebidos, só terá de beber mais 4 a 6 durante o resto do dia. Poderá fazê-lo da seguinte maneira: mais 2 a meio da manhã, 2 a meio da tarde e 2 antes do jantar. É algo que todos podem fazer. Se esperar até ter sede, é provável que nunca consiga beber o suficiente.

O Stress e o teu corpo

‘O receio perante tudo o que é incerto, com o qual a Evolução nos equipou, explica os duvidosos compromissos que as pessoas, dia após dia, não se cansam de assumir. Assim, muitos continuam a viver com parceiros que não amam, só pelo medo de não virem a encontrar um novo, ou uma nova companheira. Outros mantém-se durante décadas num emprego que não os satisfaz, sem sequer ter experimentado, pelo menos uma vez, responder a um anúncio para um outro.

E isso nem sequer são as maiores perdas que o medo programado nos pode infligir. Se esse medo toma conta de nós, passamos a viver num stress constante. E se um organismo estiver demasiado tempo, ou com demasiada frequência, sob o efeito de hormonas de stress, estas acabam por enfraquecer o sistema imunitário, prejudicar o cérebro e fomentar o surgimento de doenças de foro cardiovascular, as mais frequentes causas de morte nos países industrializados’.

Stefan Klein,Como o acaso comanda as nossas vidas

O Yôga é um dos recursos mais eficientes para reduzir o stress a níveis saudáveis. Por isso, muitos empresários, executivos, artistas e profissionais liberais vão buscar ao Yôga a dose extra de energia e dinamismo de que necessitam, mas, ao mesmo tempo, controle do stress.