Práticas para o dia-a-dia II

8h bem dormidas!

Sim, dormir é importante. E nos dias de hoje dormimos pouco. Culpem a televisão, os empregos exigentes, os computadores, a verdade é nos deitamos cada vez mais tarde  e acordamos muito cedo.

O sono tem excelente poderes retemperadores e precisamos dele para o equilíbrio hormonal . Oito horas de sono por dia, ajudam a restaurar a energia, diminuir a dor e a perder peso.

 Dicas para dormir melhor:

–  Deixe o computador portátil e a televisão longe do quarto. Lembre-se que a sua cama deve ser usada para apenas duas coisas: dormir e sexo!

– Tenha horários regulares. Procure deitar-se e acordar sempre à mesma hora, este hábito ajuda-o a criar um ciclo de sono saudável.

– Adopte hábitos saudáveis. Cuide da sua alimentação e faça exercício. Opte por refeições leves ao jantar e exercite-se pelo menos 3 horas antes de ir dormir.

– Não execute actividades complexas antes de se ir deitar. Se  conhecer técnicas de  meditação, exercícios respiratórios, etc., pratique-os antes de ir dormir. Esvazie a sua mente antes de ir dormir.

Anúncios

Práticas para o dia-a-dia I

A primeira coisa do dia deve ser a meditação, ainda que curta.

Sente-se, de preferência com as pernas cruzadas em algum ásana de meditação. Costas erectas, olhos fechados.

Antes de mais nada, procure recordar-se do que sonhou. No início as lembranças são nebulosas. Depois, à medida que se for adestrando no exercício, as imagens tornam-se mais claras, até que conseguirá lembrar-se de tudo o que vivenciou desde que começou a dormir até ao momento em que acordou. Tente compreender seus simbolismos oníricos e aprender com o seu próprio inconsciente. Isso é importante para o autoconhecimento.

Com o passar do tempo, você poderá desenvolver a capacidade de manter a lucidez ininterrupta, 24 horas por dia, inclusive durante o sono.

Um sector do cérebro dorme e o outro observa o que aflui das áreas subjectivas da sua consciência. Nesse espaço de tempo, o praticante pode trabalhar em projectos artísticos, intelectuais e outros. E pode, ainda, praticar meditação, mesmo com o corpo adormecido, para explorar a intuição linear.

Terminado o exercício de recordação da fase de sono, pratique qualquer técnica de meditação durante um mínimo de cinco, uma média de 20 e um máximo de 30 minutos. Se estiver sem tempo, medite um minuto, mas não deixe de fazer o seu exercício.

Shiva-Mudrá

Adaptado do livro Tratado de Yôga, do Mestre DeRose.