Sobre Casa do Yoga

Influenciar positivamente a vida de cada pessoa que entra em contacto connosco. Compreender as suas necessidades e proporcionar uma saúde plena, desde o nível físico, emocional e mental até ao autoconhecimento, através das técnicas e dos conceitos do Yoga.

Feliz 2019

A Casa do Yoga deseja a todos os alunos e amigos em 2019 muito feliz e inspirado!

Que o Yoga contribua para que o teu 2019 seja o melhor possível!!!
Que o Yoga te traga a energia positiva que precisas para construir um ano fantástico.
Que o Yoga te ajude a ter mais tempo de qualidade para ti e para os teus.
Que o Yoga te ensine que a vida é feita de acção. Os teus objectivos estão definidos, agora é preciso agir para chegar lá.

Aproveitamos para deixar aqui alguns dos artigos mais lidos em 2018, para que possam ler ou reler.

  1. Dia 8 de Dezembro – Saudação ao Sol
  2. Petição por presença: esteja apenas aqui comigo
  3. Iniciar a prática de Yoga

 

Anúncios

Dia 24 de Dezembro – Esteja presente!

Yoga é: estar presente, atento àquilo que acontece com o nosso corpo e mente!
Hoje, a melhor coisa que pode oferecer é a sua presença. Esteja de corpo e mente no seu Natal.


Embrulhe a família num abraço.
Dê amor e atenção.
Partilhe as coisas boas que a vida lhe trouxe este ano.
Espalhe felicidade.
Envie saúde e paz a todos os que conhece.
Seja a verdadeira luz do Natal.
Esteja presente.

Dia 23 de Dezembro – Yoga

Calendário do Advento
Reflexão

Estamos quase a terminar esta aventura do Calendário do Advento. Hoje deixamos algumas frases sobre Yoga e Meditação para que se possam inspirar!

“Um corpo relaxado e calmo é um convite à paz mental.” – Yogananda

“Viva unicamente no presente, não no futuro. Faça hoje o melhor que puder; não espere o amanhã.” – Yogananda

“Yoga é como a música, o ritmo do corpo, a melodia da mente e a harmonia da alma, criando a sinfonia de vida.” – B. K. S. Iyengar

“Meditação, porque algumas questões não podem ser respondidas pelo google.” – Autor Desconhecido

“O Yoga é a oportunidade perfeita para ser curioso sobre quem você é.” – Jason Crandell.

“Yoga é 99% prático e teoria de 1%.”  – Sri K. Pattabhi Jois.

“Yoga não é sobre desenvolvimento pessoal, é sobre aceitação pessoal. “- Gurmukh Kaur Khalsa.

“O Yoga não nos afasta da realidade ou das responsabilidades da vida quotidiana, mas coloca os nossos pés com firmeza e determinação no campo prático da experiência. Nós não transcendemos as nossas vidas; Voltamos às vidas que deixamos para trás na esperança de algo melhor.” – Donna Farhi.

“As duas peças mais importantes de equipamento que você precisa fazer Yoga são seu corpo e sua mente.” – Rodney Yee.

“Tornar-se flexível não é o objetivo. Equilibrar-se nas suas mãos não é o objetivo.
O objetivo é criar espaço onde uma vez se sentiu encurralado. Desvendar as camadas de proteção que construiu ao redor do seu coração. Para apreciar o seu corpo e tornar-se consciente da mente e do ruído que esta cria. Para fazer as pazes com quem você é.”  – Rachel Brathen

“Mudança não é algo que devemos temer. Pelo contrário, é algo que devemos receber. Pois, sem mudanças, nada neste mundo cresceria ou floresceria, e ninguém neste mundo jamais se moveria para se tornar a pessoa que deveria ser. –B.K.S. Iyengar

Dia 22 de Dezembro – Cuidar de nós

Calendário do Advento
Reflexão

Cuidar de nós, talvez seja um dos maiores ensinamentos do Yoga!
Às vezes andamos demasiado ocupados com o mundo lá fora, que nos esquecemos de nós.Não há nada de errado em cuidar de nós, não é egoísmo. Quando cuidamos de nós, tornamo-nos melhores pessoas e somos melhores em tudo o que fazemos.

Existem algumas coisas simples e bem básicas que nos ajudam a estar bem física e mentalmente .

Durma Bem – Um sono regenerador tem um grande impacto na nossa performance cognitiva e física e também na forma como nos alimentamos. Dormir pouco faz com que o cérebro pense que precisamos de mais energia e isso vai causar o aumento da ingestão calórica ao longo do dia e uma apetência maior por alimentos de pior qualidade e bebidas estimulantes. Além disso, dormir pouco deixa-nos menos criativos, mais stressados e com maior propensão para a irritabilidade.

Coma Bem – A alimentação tem um grande impacto nos nossos níveis de energia e claro na nossa saúde. A má alimentação é hoje em dia vista como causa de insucesso escolar, obesidade e doenças.

Beba água – Sabia que os nossos músculos são 75% de água, o nosso sangue é 82% de água, os nossos pulmões são 90% de água e o nosso cérebro é 76% de água. Já imaginou o que a falta de água pode fazer ao seu corpo?

Mova o seu corpo – A Organização Mundial de Saúde considera que a falta de actividade física é o quarto factor de risco para a mortalidade global e este parece ter um efeito comparável ao tabagismo e à obesidade. Não pense apenas em ficar em forma ou em trabalhar o corpo para o verão. Lembre-se que a actividade física é uma das melhores formas de combater o stress e ajuda-o a sentir-se bem no seu corpo. Experimente o Yoga!

Dia 21 de Dezembro – Solstício de Inverno

Calendário do Advento
Reflexão

Hoje ocorre o solstício de inverno. Temos a noite mais longa do ano e o início do inverno.

O inverno é época da semeadura. Durante o inverno, devemos procurar, tal como o semeador, os melhores grãos. Isto é, estamos na época de pensar nos nossos objetivos para o novo ciclo, conforme a experiência que foi adquirida no ciclo anterior.

Os frutos da colheita anterior já foram apanhados. Agora é o momento para selecionar os melhores, obter as suas sementes e voltar a semear. Há frutos que se estragaram, apodreceram ou não se desenvolveram bem. Esses devem ser eliminados e devemos procurar ficar apenas com os melhores. Esta é a altura para pensar, analisar o ciclo anterior e começar a preparar o próximo.

No inverno tudo parece estar um pouco adormecido, parado, e até congelado, mas, na verdade, grandes crescimentos estão a ocorrer. As sementes que estão dentro da Terra começam a enraizar. O crescimento é para dentro. É através do crescimento interior,dessas raízes, que a planta vai desabrochar na primavera.

Na metáfora da Terra que se deixa renovar e purificar pelo inverno, podemos transformar os acontecimentos em experiência de vida, preparando-nos para períodos de crescimento. Esta é a época para nos libertarmos de velhos padrões negativos de comportamento, e começarmos a preparação para as mudanças que queremos ver surgir. A energia do inverno ajuda as pessoas a atingirem uma compreensão das suas próprias vidas, a ter a aceitação do que elas alcançaram ou não.

Permita-se fazer uma pausa para poder analisar o ano que passou e começar a criar um novo ano!

Dia 20 de Dezembro – Como estão os seus abdominais?

Calendário do Advento
Desafio

A boa forma abdominal é muito importante para a prática do Yoga, mas também para o nosso bem-estar geral.

O fortalecimento da musculatura abdominal é fundamental para a manutenção de uma posição correcta ao longo do dia, ajuda a prevenir o aparecimento de lesões causadas por má posição ou pelo impacto de determinadas práticas desportivas, melhora o funcionamento do sistema digestivo, e claro, a parte estética também sai beneficiada.

Os nossos abdominais suportam a zona lombar, a coluna e os órgãos internos. Quem sofre de dores na zona lombar, provavelmente precisa de fortalecer os abdominais para ajudar a suportar essa área da coluna.

Na prática de Yoga, a boa forma abdominal é fundamental para conquistar muitas das técnicas musculares e invertidas e até para sentar nas posições de meditação e respiração.

Em termos emocionais a nossa força interior está no abdómen. É o nosso centro de equilíbrio e harmonia. Segundo os orientais, a prisão de ventre é materialização do medo de perder as coisas, como dinheiro, família, amigos,etc.. Quem não se liberta de pensamentos antigos também gera prisão de ventre. A falta de força no abdómen pode gerar medo, insegurança, frustração, dúvidas. Até porque é aqui que está situado o manipura chakra, o centro do poder pessoal.

A prática de Yoga foca-se em equilibrar o corpo, partindo do centro para as extremidades. Hoje deixamos três exercícios, para ir introduzindo na sua rotina de prática, que são óptimos para os abdominais.

  1. A prancha com os braços flexionados, que foi o primeiro desafio deste Calendário do Advento. Podem ver aqui: Desafio da prancha. É óptimo para fortalecer os abdominais.
  2. O tamas uddiyana bandha, que foi o desafio publicado no dia 15 de Dezembro, e podem ver aqui: Tamas uddiyana bandha . É muito bom para melhorar o funcionamento dos sistemas digestivo e excretor.
  3. O vajrôlyasana ou navasana, perfeito para fortalecer a lombar. Que descrevemos a seguir.

Dicas de execução:

  • partindo da posição sentada, eleve as pernas e estenda os braços;
  • coloque o peso na parte na parte da frente das ancas, longe do cóccix;
  • mantenha a coluna direita e garanta que a zona lombar não se curva;
  • deve ativar em simultâneo os músculos do assoalho pélvico;
  • deve ativar  os músculos da parede abdominal (debaixo para cima desde o púbis);
  • procure não acumular tensão muscular na  cervical;

 

Resultado de imagem para vajrolyasana

Dia 19 de Dezembro – O Velho Samurai

Calendário do Advento
Reflexão

Perto de Tóquio vivia um grande Samurai que dedicava os seus dias a ensinar a sua arte aos mais jovens. Apesar da idade, corria a lenda de que ainda era capaz de derrotar qualquer adversário.

Certa tarde, um guerreiro conhecido pela sua total falta de escrúpulos apareceu na aldeia do velho Samurai. Era famoso por utilizar a técnica da provocação. O jovem e impaciente guerreiro jamais havia perdido uma luta.  Conhecendo a reputação do velho Samurai, estava ali para derrotá-lo, e aumentar a sua fama. Os alunos do Samurai manifestaram-se contra a ideia, mas o velho aceitou o desafio. Foram todos para a praça da aldeia, e o jovem começou a insultar o velho mestre. Atirou algumas pedras na sua direcção, cuspiu no seu rosto, gritou todos os insultos conhecidos, ofendeu inclusive os seus ancestrais.  Durante horas fez de tudo para provocá-lo, mas o velho permaneceu impassível.  No final da tarde, sentindo-se já exausto e humilhado, o impetuoso guerreiro retirou-se.

Desapontados pelo fato de o mestre aceitar tantos insultos e provocações, os alunos perguntaram: “Como o senhor pode suportar tanta indignidade? Por que não usou a sua espada, mesmo sabendo que podia perder a luta, ao invés de mostrar-se covarde diante de todos nós?”

“Se alguém chega até ti com um presente, e tu não o aceitas, a quem pertence o presente?” – perguntou o Samurai. “A quem tentou entregá-lo” – respondeu um dos discípulos. “O mesmo vale para a inveja, a raiva, e os insultos” – disse o mestre. “Quando não são aceites, continuam a pertencer a quem os carregava consigo. A tua paz interior, depende exclusivamente de ti. As pessoas não podem tirar-te a calma, só se tu permitires…”

Autor desconhecido

Resultado de imagem para japanese garden