O Yôga é…

O Yôga é filosofia.

Embora produza efeitos expressivos sobre a saúde, o Yôga é classificado como filosofia e não como terapia.

O Yôga deve conduzir a uma meta claramente definida, o samádhi.

Samádhi é um estado de hiperconsciência e auto conhecimento que só o Yôga proporciona. Samádhi é um estado expandido de consciência, também chamado de megalucidez. Pode ser alcançado após muitos anos de prática.

tu és..

O Yôga energiza.

Não confunda reduzir stress com acalmar. Karaté também reduz o stress, mas não acalma. Nos textos antigos da Índia, o Yôga é associado com os conceitos de força, poder e energia. Jamais com o de calma ou passividade. O que ocorre é que uma pessoa forte, em geral, tem um comportamento mais sereno, pois confia na sua força e não precisa de se auto-afirmar, como quem se sente ameaçado. O praticante de Yôga não deve ser calmo, mas, sim, forte e dinâmico.

O Yôga é dinâmico. É lindo. É forte.

O criador do Yôga, Shiva, foi imortalizado na mitologia com o título de Natarája (rei dos bailarinos).

O Yôga antigo é lindo de se assistir, é fascinante de se praticar e é excelente como filosofia de vida. É dinâmico, é forte e é para gente jovem.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s