Pránáyáma

A palavra pránáyáma deriva de dois termos sâncritos: prána, que significa alento, força vital, respiração, energia, vitalidade e ayáma, expressão que, segundo o Amarakôsha, significa expansão, intensidade, propagação, dimensão. Pránáyáma, então, é o processo através do qual expande-se e intensifica-se o fluxo da energia.

Em outra acepção, esta palavra estaria formada pelos vocábulos prána, designando a a energia vital e yama, que significa controle, domínio, retenção, pausa. Pode traduzir-se também como domínio da bioenergia, utilizando técnicas respiratórias. Esse domínio não se faz no sentido de limitar a respiração, mas de expandi-la.

Pránáyáma é a expansão da bio-energia através de respiratórios. Uma vez que a respiração esteja perfeitamente regulada, poderemos facilmente controlar os processos conscientes, já que a respiração, mente e emoções interagem mutuamente. A respiração é o único acto vital inconsciente ao qual podemos ter acesso e controle imediato. Por meio dela temos condições de mergulhar nas profundezas do nosso inconsciente e torná-lo consciente. Dessa forma abrimos o livro interno e ganhamos condições de ler os registos mais íntimos. Como resultado deste autoconhecimento seguramos as rédeas da transformação e conduzimos nossa evolução.

Retirado do livro Respiração Total, da Professora Rosângela de Castro

tati_fabio

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.